conecte-se conosco

Polícia

Trio acusado de matar dono de marmoraria é preso em Manaus

De acordo com informações da polícia, só foi possível identificar os criminosos a partir das câmeras de segurança do local e de divergências nos depoimentos dos envolvidos. Entre os presos está a ex-mulher e o enteado da vítima.

Publicado

em

Manaus – A Polícia Civil do Amazonas prendeu, nessa terça-feira (15), três pessoas envolvidas na morte de um empresário de 42 anos, ocorrido em Manaus, em 2020. Entre os presos está a ex-mulher e o enteado da vítima. Em um vídeo divulgado pela Polícia Civil, o executor entra na marmoraria do homem e efetua três tiros contra ele, que morre no local. (Veja o vídeo abaixo).

.

O crime ocorreu em dezembro de 2020, na Zona Norte da capital. Segundo a polícia, um dos suspeitos entrou na marmoraria da vítima e cometeu o crime enquanto ele trabalhava no local.

De acordo com informações da polícia, só foi possível identificar os criminosos a partir das câmeras de segurança do local e de divergências nos depoimentos dos envolvidos.

Para o delegado adjunto da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Danniel Antony, a mulher da vítima ajudou a orquestrar o crime.

“Inicialmente se tinha conhecimento de que a mulher poderia ter presenciado o crime, mas na verdade ela não chegou a presenciar. Ela estava sim na marmoraria e foi uma das grandes facilitadoras do crime”.

O delegado também disse que o crime tinha motivação patrimonial e que o caso está resolvido. “A investigação trabalha com a hipótese de que a motivação seria patrimonial. Não há indicativo de que tenha outro motivo. Agora consideramos o caso elucidado e eles vão ficar à disposição da justiça”, finalizou.

O trio será encaminhado ao Centro de Recebimento e Triagem (CRT), onde está à disposição da justiça.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas