conecte-se conosco

Flagrante

Câmeras registram AGP no elevador, antes e após o crime contra Silvanilde

Publicado

em

Manaus – Câmeras de segurança registraram o momento que o agente de portaria, Caio Claudino de Souza, de 25 anos, estava no elevador do condomínio Gran Vista, momentos antes de assassinar a servidora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Silvanilde Veiga, no sábado, dia 21 de maio.

Nas imagens, é possível ver que o agente de portaria estava inquieto, entrando e saindo do elevador, e apertando em andares sem a certeza de qual andar queria.

Caio, que tinha acabado de fazer o uso de pó, estava mexendo no rosto e entrando e saindo do elevador, aparentemente, em busca de algo. Em um certo momento, o suspeito aperta em um andar mais alto, que seria o 14º, andar onde Silvanilde morava.

Todo o registro aconteceu às 17h49, três minutos antes do último registro de entrada na porta de Silvanilde, que teria sido às 17h52. Ao todo, Caio teria passado 13 minutos no andar e teria cometido o crime após a recusa de Silvanilde fazer um pix para ele.

Minutos depois, as imagens mostram Caio já após o crime, entrando novamente no elevador, e voltando para a função de agente de portaria.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas